6 de outubro de 2008

Em TI


Que o meu coração
Jamais deixe de sentir
Os Sinais que vêm de Ti...
Que Tu estejas junto a mim
Mostrando o imenso mar
Onde me ensinas a pescar
A cada amanhecer
Que Tu me conduzas pela mão
Na direção dos meus sonhos
Que Tu me permitas ser instrumento
Da Tua vontade
Que a Tua Palavra meus lábios
Saibam semear por canteiros
Áridos e sem sol
Que Tu sejas em mim
Que eu jamais deixe de
Ser em Ti ...


(Val)

Um comentário:

lola disse...

Achei que eram verdadeiras as faces dos que diziam ser amigos. Mas eram bocas que se abriam como brinquedos de mola, e mãos que se moviam em abraço, como de uma boneca à bateria.Lola.